Portugal

Um destino de excelência

  • Portugal
  • Portugal
  • Portugal
  • Portugal
  • Portugal

Portugal é um pequeno país situado no sudoeste da Europa, designada como Velho Mundo. É também constituído pelos arquipélagos da Madeira e dos Açores, sendo os Açores o ponto mais ocidental da Europa. É um país de pequena dimensão (92 072 km2), marcado pela influência do Oceano Atlântico e um dos países que constituem a Península Ibérica (Espanha é o outro pais).

Desde sempre foi muito influenciado pela cultura mediterrânica, ainda hoje visível, por exemplo na gastronomia. Em Portugal deslumbram múltiplas paisagens: desde a presença dominante do mar até às serras do interior, ficará seduzido pela beleza natural do país. Cada região tem um clima próprio. A proximidade do mar determina temperaturas amenas durante todo o ano, enquanto no interior os Invernos são rigorosos e os verões secos.

No Noroeste a pluviosidade é dominante, tanto no Inverno como no Verão. É no sul do país, na região do Algarve, que encontra as praias portuguesas mais famosas. A história secular do país é visível de Norte a Sul: desde a arte rupestre do vale do Côa até aos edifícios contemporâneos das grandes cidades. As cidades património mundial, entre elas Évora, as paisagens protegidas, os vestígios da ocupação de povos romanos, bárbaros e árabes e as influências das culturas conhecidas durante a expansão marítima, bem como a amabilidade e simpatia do seu povo, fazem de Portugal um país único.  O país tem 10,5 milhões de habitantes, mas a sua distribuição não é uniforme. Os grandes centros urbanos concentram-se na costa litoral do país, nomeadamente as cidades de Lisboa (Capital) e Porto.

País tradicionalmente vinícola, Portugal tem vindo progressivamente a ganhar posição e crédito nos mais exigentes mercados mundiais, que se deve a uma renovação de métodos, técnicas e conceitos, mas também à forma de avaliar a indústria e à crescente competência profissional dos responsáveis pela criação e produção dos vinhos portugueses. Nenhum outro país apresenta uma gama de variedades de castas autóctones como Portugal. Este tesouro ampelográfico, surgiu em Portugal através de mutações da Vitis Silvestris na Península Ibérica. Tartessos, Fenícios, Gregos, Romanos, entre outros, deixaram a sua marca na produção de vinho portuguesa. Séculos de isolamento evitaram depois trocas com outros países produtores de vinho, como Espanha e França. Por essa razão, os produtores portugueses focaram-se nos sabores finos que podem ser encontrados nas suas próprias variedades de uvas.

A variedade de castas únicas e de primeira qualidade é verdadeiramente impressionante - Touriga Nacional, Touriga Franca, Trincadeira, Tinta Roriz ou Aragonez , Baga, Castelão, Alvarinho, Arinto, Antão Vaz – sendo a estas atribuído o  incomparável carácter dos vinhos portugueses. 
Enquanto grande parte do mundo se concentra nas castas Cabernet Sauvignon e Chardonnay, em Portugal, os amantes de vinho podem desfrutar de um conjunto distintivo e impressionante de sabores diferentes, com as mais de 250 castas autóctones existentes no país.

Com relevância considerável em termos sociais e económicos, a viticultura portuguesa constitui também um património original, antiquíssimo e precioso, que importa preservar, defender, aperfeiçoar e promover. Hoje em dia, cada região produtora tem vinhos de excelente qualidade, elaborados com tecnologia recente e a partir de castas nacionais provenientes de vinhas cheias de história.

Portugal é Master of Blends, um especialista na combinação das inúmeras castas existentes de modo a extrair o melhor de cada uma delas. A localização geográfica de Portugal e a sua área reduzida não o impede de ser um dos maiores produtores mundiais de vinho.

Partilhar conteúdo: